Martinho da Vila e o poeta maior da Vila Isabel

Natália Bittencourt - Luiza de Sá/Equipe Biscoito Fino -

Há muito o que se dizer de Noel Rosa. Um dos maiores arquitetos do samba, que caminhou da cidade ao morro para beber nas fontes de outros tão grandiosos como Cartola e Ismael Silva e transformar para sempre um dos estilos brasileiros mais conhecidos do mundo.

Como bem disse Paulinho da Viola: “Noel Rosa é o pioneiro de uma forma, na qual a poesia popular, altamente sofisticada, embora saindo de maneira simples, junta-se a uma melodia sofisticada, de grande refinamento, dando a suas composições uma dimensão poucas vezes atingida na história da nossa música popular”.

noel rosa

Este nobre e imortal compositor brasileiro foi material de pesquisa para o departamento de Letras da PUC-Rio, que convidou Martinho da Vila pra gravar algumas composições do grande mestre com o objetivo de ilustrar auditivamente um trabalho que reuniria uma série de ensaios sobre Noel.

Foi a partir daí que o caminho se trilhou para a confecção de Poeta da Cidade – Martinho canta Noel, álbum recém lançado pela Biscoito Fino e que comemora os 100 anos do nascimento do “filósofo do samba”.

Dada a magnitude da tarefa de explorar um cancioneiro como o de Noel – que apesar de apenas 8 anos como compositor produziu efusivamente – Martinho, juntamente com seu produtor e arranjador Rildo Hora, definiram um recorte para o trabalho: Somente composições da lavra de Noel, sem parcerias. Mas como toda regra tem exceção, adentrou escapulida a canção Filosofia, feita com André Filho.

Assim brotaram, entre tantas pérolas, as 14 faixas gravadas por Martinho. [Veja todas aqui] E pra dar corpo a este projeto, Martinho convidou suas filhas Mart’nália (que canta em Minha Viola e Rapaz Folgado) Analimar (que participa em Coisas Nossas e Quando o Samba Acabou) e Maíra Freitas (que surpreende em Último Desejo).

Além delas, pra completar as vozes femininas, Ana Costa (que marca presença em Século do Progresso e Eu vou pra Vila), Aline Calixto (em Fita Amarela e O x do Problema) e a filha do maestro Rildo, Patrícia Hora, que colore os vocais em Três Apitos.

Enfim, Poeta da Cidade proporciona o ‘encontro’ de dois sambistas da Vila Isabel, um de agora e um de outrora. E que belo encontro!

martinho poeta da cidade1
Leve pra ouvir em casa!

Ouça e assista a trechinhos dos bastidores da gravação aqui:




Fonte Blog Biscoito Fino

Noel Rosa

Noel Rosa foi um marco na música popular brasileira. Um dos responsáveis pelo samba moderno e por ter trazido o samba as rádios, além de aproximar o samba do morro com o asfalto. Suas letras são atuais até hoje, assim como os textos de Shakespeare, pois tratam de temas inerentes ao ser humano. Apesar disso, o cantor, compositor, bandolinista, violonista ainda é pouco conhecido pela grande maioria das pessoas. Mesmo tendo vivido apenas 26 anos, o suficiente para deixar seu nome entre os maiores do samba carioca, Noel deixou mais de 200 composições gravadas. Entre elas inúmeros clássicos indiscutíveis como "Palpite Infeliz", "Feitiço da Vila", "Conversa de Botequim", "Último Desejo", "Silêncio de um Minuto", "Pastorinhas" e "Com Que Roupa?". Em 2010, se estivesse vivo, Noel Rosa completaria 100 anos. Para comemorar esta data decidimos fazer este blog em sua homenagem.

Enfeitiçados...

BannerFans.com

Feitiço do Noel no seu Site!

Quer colocar o Banner do Feitiço do Noel, igual ao acima, no seu Blog?
Copie o código e cole em uma nova caixinha de HTML-JavaScript, e pronto, um Banner que linka você direto com o Feitiço do Noel!

 
▲ TOPO ▲